Mensagens

8 Pontos Básicos Para Continuar Com Saúde Mental!

Imagem
( Ou se sentir que precisa de a construir...)
Apesar de todos os esforços para se tratarem as doenças mentais durante décadas, nunca na história humana nos vimos tão confrontados com a urgente necessidade de nos dedicarmos á SAÚDE MENTAL, de desfocar da doença, para nos focarmos na prevenção e manutenção do que temos de SAÚDE. A SAÚDE MENTAL é uma equação delicada com diversas variáveis; pela minha experiência diária como Psicoterapeuta, reúno aqui alguns fundamentos que me parecem as pedras basilares para uma real e eficaz auto estima, que é base desta área da saúde humana, tal como definido pela OMS: "Um estado de completo bem-estar físico, mental e social e não somente ausência de doenças e enfermidades".
Num documento das Nações Unidas- ONU - destacam-se alguns pontos desta questão: https://nacoesunidas.org/saude-mental-depende-de-bem-estar-fisico-e-social-diz-oms-em-dia-mundial/ A Saúde Mental é mais do que a ausência de transtornos mentais. A Saúde Mental é uma parte integran…

Onze Minutos Do Seu Dia

Imagem
Para Experimentar O Bem Estar!Se você tivesse onze minutos cada dia para você fazer aquilo que melhor sabe fazer e poder brilhar no seu trabalho, na sua interacção com as pessoas, na sua vida em geral, o que é que você faria? Por onde você começaria?
Aproveitaria esse tempo para realmente se “conectar” com um colega? Usaria esse tempo para verdadeiramente se interessar pelas actividades do seu filho(a)? Telefonaria a algum amigo ou familiar? Aprenderia uma coisa nova ou daria espaço à sua criatividade!?
Actualmente, 5 de cada 10 pessoas relatam ter a oportunidade de fazer o que melhor fazem cada dia no trabalho, com outras pessoas, com a família, em actividades novas e criativas - um aumento de 30% na última década. Como resultado deste empenho, essas pessoas relatam que se sentem mais comprometidos e energizados, que o que fazem faz a diferença e é apreciado e têm muito mais tendência a descreverem-se como estando a “florescer” como pessoas e a optimizar os seus desempenhos.

 Como é que…

Ajudar Sim, Mas Da Forma Eficaz!

Imagem
Há mais de vinte anos que guardo este  texto;  a primeira vez que o ouvi, foi na época do meu estágio, quando me propus como "observadora" em grupos de Famílias Anónimas (grupos de interajuda a familiares de adictos a substâncias ou de codependentes).
É sobre querer ajudar, e sobre a forma mais eficaz de o fazer, de forma que a ajuda seja mesmo um erguer e não uma dependência mais na vida de quem é ajudado.
De vez em quando partilho este texto, e agora volto a fazê-lo:



"O meu papel de apoianteNÃO É FAZER coisas à pessoa que pretendo AJUDAR, mas sim, SER algo para ela, DANDO O EXEMPLO; NÃO É tentar controlar e mudar as suas acções, mas, através da COMPREENSÃO E CONHECIMENTO, MUDAR AS MINHAS REACÇÕES.Mudarei as minhas REACÇÕES  negativas para POSITIVAS; o medo em FÉ; o desprezo por aquilo que ele(ela) faz em RESPEITO pelo POTENCIAL que possui; a hostilidade em  COMPREENSÃO; e a manipulação ou protecção excessiva, em LIBERTAÇÃO COM AMOR, NÃO tentando fazer com que ele(ela) co…

Um Dos Maiores Tabus Das Mulheres Mães…

Imagem
Talvez um dos maiores tabus das Mulheres Mães... …seja estarem cansadas dos filhos… Tudo começa numa ideia social e colectivamente aceite de que ser mãe é ficar escravizada para sempre aos filhos, de que ser mãe é deixar de ser pessoa, para se estar em estado de alerta 24/24 e 365/365.Esta ideia cresce a partir da era industrial em que as migrações para as cidades foram em massa, desertificando aldeias e desmembrando comunidades, pondo todo o peso da criação dos filhos nas mulheres, que começaram a ficar sozinhas – os homens iam para a guerra ou trabalhar, ou a sentirem-se sozinhas, porque quando os companheiros regressavam, só queriam descansar; endeusou-se o papel de mãe; Mãe é um arquétipo multiplicado em vários tipos: A Mãe Boa, a Mãe Má, a Mãe Vampira, a Mãe Companheira, a Mãe Bruxa… Antes do século XX, o papel de mãe era dividido nas tribos, aldeias e comunidades, com outras mulheres e mães, e assim não sentiam o desgaste e a exaustão de se querer ser a “Mãe Perfeita”. Sempre fomos …

Não,Não É Um Blogue Novo!...

Tudo Isto Para Simplificar A Minha Vida...
Entrei em 2009 na blogosfera com os meus queridos "Esqueletos no Armário", e em 2012 e 2013 entrei com mais blogues, o "Lotus Zen-Mind, Body and Soul" e o "Mulheres de Corpo E Alma"

O que eu desejava era escrever para vários tipos de leitores, mostrar os meus pensamentos e deixar mensagens de Esperança, Fé, apesar do que ia acontecendo pelo mundo, e sinto que fui bem sucedida!

No entanto, o tempo vai correndo, e deixa uma sensação de que não damos conta de tudo, que há acontecimentos e tarefas que se multiplicam e sobrepõem, e agora em 2017 eu tinha que tomar uma decisão: OU deixava "morrer" os meu meninos, OU os reunia numa só casa, num só lar digital, é o que estou a fazer.

A página dos"Esqueletos no Armário" continua a mostrar as minhas opiniões pessoais, o "Lotus Zen-Mind, Body and Soul" com publicações minha sobre vários temas e o "Mulheres de Corpo E Alma"com publicações …